Forte de Santa Teresa Uruguai
clear sky
23.5 ° C
24 °
23 °
83%
2.6kmh
0%
Sun
28 °
Mon
24 °
Tue
24 °
Wed
23 °
Thu
23 °

Forte Santa Teresa – Uruguai

A photo posted by Boralá (@boralablog) on

Forte de Santa Teresa
Rocha, Uruguai



Se está planejando uma road trip pela costa do Uruguai, é uma obrigação passar no Parque Nacional de Santa Teresa na departamento de Rocha.

Distancia

Montevidéu: 295km
Punta del Este: 185km

Localizado a 35 km do Chuy (Uruguai) – mapa -, o Forte é uma das primeiras atrações a se visitar chegando no Uruguai. O parque se destaca por seus 12 km de lindas praias com grandes ondas e uma vasto bosque.

O Parque é imenso, são mais de 2500 hectares de área verde. Conta também com áreas de campings (banheiro com água quente, pias para louças) e chalés para alugar fora minimercado e lanchonetes para coisa rápida. Muito procurado por uruguaios, principalmente no verão.

Além de muita praia e muito verde, o parque conta com um grande atrativo histórico, o Forte de Santa Teresa que é um dos destaques entre os atrativos no parque.

O valor da entrada foi de 20 pesos por pessoa, mais ou menos 3 reais e o estacionamento era grátis. Gastamos 2 horas para visitar todo o forte com calma e vendo todas as suas salas.

forte-santa-teresa-uruguai
Museu Forte de Santa Teresa – crédito: Claudia B

forte-de-santa-teresa-uruguay
Forte de Santa Teresa – crédito: Lucas CN

História

Datado de 1762, começou a ser construído por portugueses para deter o avanço dos espanhóis, porém não tiveram muito sucesso. Após 6 meses, o forte foi invadido pelos espanhóis que finalizaram a construção e mantiveram sua posse por 48 anos.

Em 1812 foi invadido e conquistado pelo Exército Patriota, mas 16 meses depois perdia o lugar para os portugueses novamente, que foram mais uma vez invadidos pelos patriotas e mais uma vez eles reconquistaram, isso tudo em 11 anos.

Em 1822 passou a ser território brasileiro após nossa independência. Mas assim como qualquer outro que ali tomou posse, o Brasil sofreu com invasões. Novamente os patriotas invadiram e se mantiveram por mais 3 meses, até o Brasil conquistar novamente.

Depois de muitas batalhas, em 1828 passou a fazer parte do território do mais novo país independente da América do Sul, o Uruguai.

Clareando a história toda…
invasões e ocupações
1762 – 1763: (6 meses) Portugal
1763 – 1811: (48 anos) Espanha
1811 – 1812: (16 meses) Exércitos patriotas
1812 – 1814: (2 anos) Portugal
1814 – 1816: (18 meses) Exércitos patriotas
1816 – 1822: (6 anos) Portugal
1822 – 1825: (3 anos) Brasil
1826 – 1827: (3 meses) Exércitos patriotas
1827 – 1828: (3 meses) Brasil
1828: República Oriental del Uruguay

@wikipedia

museu-santa-teresa-uruguai
Corpo da guarda – crédito: Claudia B

muralha-forte-santa-teresa
Muralhas do Forte de Santa Teresa – crédito: Lucas CN

maquete-forte-de-santa-teresa-uruguai
Maquete do Forte de Santa Teresa – crédito: Lucas CN

Depois de tanta guerra e sangue derramado no lugar, hoje é apenas um museu tranquilo com muita recordação dentro de suas muralhas que passam dos 10 metros de altura.

O forte tem um formato parecido com um pentágono deformado (isso mesmo, uma vez lá vc irá entender). Hoje é controlado pelas forças armadas do Uruguai, então há alguns lugares restritos ao público, mas é possível conhecer uma grande parte.

Além de um Forte Militar,  é também um museu. Dentro das suas muralhas que se mantém intactas é possível reviver a  história da casa do comandante, o quartel dos oficiais, casa de Pólvora, cozinha, enfermaria e capela.

Como chegar

Se você não estiver de carro, a opção pode ser de ônibus, embora longe, existem empresas saindo de Montevidéu em direção ao Parque Nacional. Existem ônibus também saindo de cidades mais perto tais como La Paloma e Punta del Diablo.

O ônibus lhe deixará na entrada do Parque Nacional de Santa Teresa, e de lá até o Forte é uma boa caminhada. Do Forte até a praia depois é mais uma outra longa caminhada. O parque nacional é gigantesco e lindo. Aproveite!! 🙂

Horários  de funcionamento

– verão: quarta à domingo das 13h às 19hs
– inverno: sexta à domingo (feriados) das 10h às 17hs

 

capela-forte-de-santa-teresa
Capela – crédito: Lucas CN

enfermaria-forte-de-santa-teresa-uruguay
Enfermaria – crédito: Claudia B

museu-forte-santa-teresa-rocha
Museu – crédito: Claudia B

Quando ir

Do fim de novembro até março é a melhor época para se visitar o Parque Nacional de Santa Teresa. Durante o verão, o parque é tomado pelos uruguaios em busca de lazer em meio a natureza. O Inverno é sem dúvida muito frio e com muito vento. Não recomendado.

Temperatura média
Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
°C 23 23 21 17 15 12 11 12 13 16 19 21
°F 73 73 70 63 59 54 52 54 55 61 66 70

@holiday_weather

 


Leia mais

  Destinos


 

Compartilhar

24 COMENTÁRIOS

  1. Adorei o post, Lucas! Parece um passeio muito interessante (adoro História)! Belas fotos 🙂
    Uruguai ainda está na minha lista… mais uma atração do país para incluir nela!
    Abraço

  2. Eu adoro esse tipo de passeio, Lucas! Sou daquelas que fica horas em museus e prédios históricos, como esse! Já botei na lista. Só tenho que ver como acessa-lo, pois estou programando uma ida ao Uruguai, de carro, por Livramento, no RS. Vou olhar direitinho! Beijos

    • Olá Márcia, obrigado pela visita!!
      Eu adicionei o mapa da localização do Forte no post graças a suas ideia de como acessá-lo.
      Aproveite o passeio!!
      Lucas

  3. Que lugar mais rico: natureza e história juntinhas. 🙂

    Gente, essa confusão Portugueses, Espanhóis, Brasil e Uruguai foi uma coisa, hein? Ainda bem que você fez aquela tabelinha ali que simplificou a vida. hahaha

  4. Dica valiosa, foge das mesmices dos passeios mais obvios. Estive esse ano no Uruguai e se soubesse desse passeio ate dava para ter incluso no roteiro. Que pena que vi so hoje.

Deixe sua crítica, comentário e mais DICAS se tiver. BORALÁ!!