Cratera Barringer
Cratera de meteoro no Arizona



 

O estado do Arizona nos EUA é um paraíso para quem gosta de explorar grandezas naturais. São 3 Parques Nacionais, 12 Monumentos Nacionais e se não bastasse, uma enorme cratera de meteoro.

Também conhecida como cratera Barringer, a cratera surgiu há cerca de 50 mil anos, quando um meteoro metálico de 45 a 50 metros colidiu com a terra a uma velocidade de 40 mil km/h, abrindo um buraco de mais de 1 km de diâmetro.

Acredita-se que o meteoro tinha o dobro de tamanho quando entrou na atmosfera terrestre, e metade dele foi derretido antes da colisão.

O impacto foi comparado a explosão de uma bomba de hidrogênio ou 10 megatons. Estudos dizem que uma onda foi criada no solo da região que se estendeu por quilometros, algo como sacudir um tapete.

Conhecida no Arizona como simples Meteor Crater, a cratera é uma das crateras de meteoros mais bem conservadas do mundo. Além do seus quase 1200 metros de diâmetro, a cratera tem 170 metros de profundidade e a sua borda subiu cerca de 45 metros após o grande impacto.

No centro de visitantes é possível assistir uma apresentação de como teria sido o impacto e ainda encostar em um pedaço maciço de ferro que sobrou depois do meteorito. O complexo tem também pontos de observação e uma loja para comprar lembranças e algo para comer.

cratera-de-meteoro-arizona
Cratera de Meteoro de Barringer – crédtio: Claudia B.
cratera-meteoro-arizona
Cratera de Meteoro no Arizona – crédito: Claudia B.
barringer-meteoro-arizona
Fragmento do meteoro metálico – crédito: Lucas CN

Como chegar

A cratera fica localizada na famosa Rota 66 entre as cidades de Holbrook and Flagstaff ou podemos dizer, entre o Grand Canyon e a Floresta Petrificada, dois Parques Nacionais no estado do Arizona, precisamente na interstate 40, Exit 233 / Winslow, AZ 86047 USA

Nós conhecemos a cratera depois de visitar as rochas vermelhas na cidade de Sedona, uma hora e meia de viagem, da capital Phoenix são duas horas e quarenta minutos. Altamente recomendado para quem vai visitar o Grande Canyon pela entrada sul do parque.

O plano era visitar a cratera de meteoro e a floresta petrificada no mesmo dia e voltar para Flagstaff para visitar Grand Canyon no dia seguinte, planejando bem e um carro alugado é sim possível.

como-chegar-cratera-meteoro-arizona-
Como chegar na cratera de meteoro – crédito: Lucas CN
cratera-de-meteoro-arizona
Centro de visitante – crédito: Claudia B.

Quando ir

Não existe a melhor época para visitar a cratera de meteoro do Arizona nos EUA. A região é semi desértica e chuva não é frequente mas as chances sao maiores de agosto a outubro, mas são pancadas passageiras.

O parque é aberto diariamente para visitação com horários variados, dependendo da estação. Atente-se aos feriados de Thanksgiving e Natal. No verão abre e fecha mais cedo que no inverno.

Horário de verão: 7am – 7pm
Horário de inverno: 8am – 5pm

Há preços especiais para militares e de acordo com a faixa etária também. Para valors atualizados, conferir na página Meteor Crater.

cratera-de-meteoro-arizona
Cratera de Meteoro de Barringer – crédtio: Claudia B.
cratera-de-meteoro-arizona-meteor-crater
Boralá, Arizona – crédito: André Kiss
cratera-de-meteoro-arizona
Borda da Cratera de Meteoro – crédito: Claudia B.
aerolito-meteoro-cratera
”Não são pedras, são aerolitos” – crédito: Claudia B.

Turismólogo de profissão, Lucas é o faz de tudo no Boralá (inclusive escrever em 3ª pessoa, rs), desde montar o site, otimizar os texto, tratar cada foto, mídia social etc… Lucas se diverte criando, escrevendo e claro, viajando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here